GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Deputado goiano quer que o ministro Ernesto Araújo devolva R$ 869 mil aos cofres públicos

Publicado por: Rubens Salomão | Postado em 09 de julho de 2020
Parlamentar argumenta que o valor foi gasto com despesas de 2019 de diplomata em Paris, que teria, na verdade, passado a maior parte do tempo em Brasília| Foto: Takeshi Gondo

O deputado federal Elias Vaz (PSB) entrou com ação na Justiça Federal contra o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, em que busca a restituição aos cofres públicos de R$869 mil. O valor foi gasto pelo ministério com um amigo de Ernesto que recebeu em dólar e euro, como se estivesse em Paris, para trabalhar em Brasília. “Dinheiro da população não é para beneficiar amigos”, resume o parlamentar. O diplomata Alberto Luiz Pinto Coelho Fonseca, próximo do ministro, recebeu um salário em dólar e auxílio-moradia em Paris, na França, para passar a maior parte do ano passado em Brasília, onde trabalhou junto ao chanceler. Segundo o Itamaraty, os pagamentos foram feitos de acordo com a lei vigente. “Todo esse recurso foi repassado com autorização do ministro. É um absurdo sem tamanho. O diplomata recebeu para morar fora, mas trabalhou no Brasil”.

Goiana lá

A infectologista e epidemiologista goiana Cristiana Toscano foi indicada para compor o grupo de trabalho de Vacinas para Covid-19 do Grupo Estratégico Internacional de Experts em Vacinas, da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Função

A professora é a única brasileira a compor a equipe, que revisa as evidências disponíveis sobre o progresso das vacinas que poderão vir a ser usadas para enfrentar a contaminação pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Coordenação

Cristiana é professora e chefe do departamento de saúde coletiva do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública, da Universidade Federal de Goiás (UFG)

Ajuda

Diante da falta de solução apresentada pelo governo estadual, o líder da oposição na Assembleia Legislativa, Talles Barreto (PSDB), apresentou projeto de lei para criação do “Auxílio Emergencial Estadual”.

Destinação

O programa seria destinado a artistas e profissionais do esporte em Goiás. “São pessoas que não estão tendo condições de sobreviver, porque elas vivem dessa atividade, seja esportiva ou cultural”, afirma o deputado.

Nova postura

Duas semanas depois de recuar de decreto mais restritivo, o governador Ronaldo Caiado passou a efetivamente considerar propostas do setor produtivo para reabertura gradual de atividades econômicas.

Shopping

O presidente da Fecomércio, Marcelo Baiocchi, apresentou protocolos para reabertura gradativa de shoppings e estabelecimentos, com medidas de proteção e restrição. “Defendemos o trabalho e o emprego, mas também a vida”, diz.

Providência

O governo deve criar um colegiado, com diferentes segmentos, que decida pela “retomada da economia com determinações técnicas, científicas e jurídicas”.

CURTAS

- O governo Bolsonaro revogou portaria da Justiça e da Saúde que previa punições para quem descumprir o isolamento.

- A região noroeste de Goiânia teve queda de 60% dos homicídios no primeiro trimestre de 2020, em relação ao ano passado.

- O Comando do Policiamento da Capital, da PMGO, espera melhora ainda mais intensa no atual período, até junho.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar