17 de novembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Goiás tenta manter suspensão do pagamento de dívida no STF

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 17 de novembro de 2020
O Estado registrou um superávit primário de R$ 1,8 bilhão, como resultado do que economiza com o não pagamento do serviço da dívida pública | Foto: Reprodução.

Venceslau Pimentel 

No segundo quadrimestre de 2020, o Estado registrou um superávit primário de R$ 1,8 bilhão, como resultado do que economiza com o não pagamento do serviço da dívida pública. Mas a Secretaria de Economia pontua que o pagamento pode ser retomado a partir de agora. Para manter cenário positivo, a procuradora-geral do Estado, Juliana Pereira Diniz Prudente, pediu ao ministro Gilmar Mendes, do STF, a prorrogação do prazo, que venceu no início deste mês. Ainda não há uma resposta. O relatório de gestão fiscal referente ao segundo quadrimestre deste ano, que será apresentado na Alego, depois das eleições municipais, aponta para o aumento na arrecadação, de 2,2 bilhões, até maio, e que agora alcança R$ 3,6 bilhões em agosto.

Decisão

Em 2019, Gilmar Mendes deferiu liminar em ação movida pelo Governo estadual, para que a União permitisse o ingresso do Estado Regime de Recuperação Fiscal, com a suspensão da execução de contragarantias de seis contratos com bancos públicos federais. 

Mais tempo 

O prazo foi estendido para este mês. Caso não seja prorrogado, a Secretaria da Economia diz que terá que antecipar o pedido de ingresso no RRF, para que o Governo tenha mais fôlego. 

Lanterna 

O embate eleitoral em Minaçu se dá entre Carlos Alberto Leréia (PSDB), que tem o apoio do ex-governador Marconi Perillo, e Lúcia Barbosa (PP). Atual prefeito, Zilmarzinho (PSC) está quase segurando a lanterna nas pesquisas. 

 Devassa 

A deputada federal Magda Mofatto (PL) apoiou a reeleição do prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal, em 2016. Mas agora que bancou a candidatura de Flávio Canedo, a coisa mudou. O prefeitável diz que uma de suas primeiras medidas, se vencer a eleição, é auditar as contas da prefeitura. 

An passant 

Ausente da campanha eleitoral, Iris de Araújo lança um prognóstico. Aposta que, qualquer que seja o resultado das eleições municipais, o partido que ela milita desde sempre, o MDB, não será o mesmo. Diz que figuras de peso histórico serão referências retóricas para dar consistência a discursos.

Terceira via 

Aliado de Ronaldo Caiado, Ailton Terra Nova (DEM) tenta furar o bloqueio da polarização entre o prefeito Vando Vitor (PSDB), que tenta a reeleição, e Alberane Marques (PP). Palmeiras pode repetir a disputa de 2012. 

Na fila 

Com candidatura já deferida, a advogada Carla Sahium é um dos nomes que concorrem à indicação para a lista sêxtupla para escolha do novo desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás, pela vaga do quinto constitucional da advocacia. 

Padrinho

O engenheiro Rogério Essado (DEM) tenta tirar a vantagem nas pesquisas do prefeito de Inhumas, Dr. João Antônio (PSB). O candidato é filho do ex-prefeito e ex-deputado José Essado, que militou no MDB e agora está no DEM. 

Goianidade 

Governador do Distrito Federal, Ibanês Rocha (MDB), receberá título de cidadão goiano. Ronaldo Caiado deu aval à proposta do deputado Diego Sorgatto (DEM), que é candidato a prefeito de Luziânia 

CURTAS 

- O TRE manifestou preocupação com o estado físico de algumas escolas estaduais que serão utilizadas como local de votação. Parte delas está em reforma. 

- Em relação a 2016, o eleitorado brasileiro cresceu 2,66%. Agora são 147.918.483. As mulheres somam 52,49% do eleitorado. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar