24 de novembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Advogado de Marconi é alvo de delação homologada pelo STF

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 24 de novembro de 2020
Venceslau Pimentel

Na mesma semana em que veio a Goiânia participar da campanha do PSDB, o ex-governador Marconi Perillo volta ao noticiário por conta da citação do nome do seu advogado, Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido por Kakay, em delação premiada do ex-executivo da Hypermarcas, Carlos Roberto Scorsi. O acordo foi selado pela Procuradoria-Geral da República, envolvendo Scorsi e mais três executivos do grupo. Em seguida, o ministro do STF, Edson Fachin, homologou o acordo. Pela delação, conforme a revista Crusoé, o advogado teria repassado a Marconi dinheiro da empresa, agora denominada de Hypera Pharma, dona das marcas Benegrip, Vitasaye e Epocler, dentre outras. 

Liberdade 

Kakay foi responsável pela soltura de Marconi, logo após ser preso pela Polícia Federal, no dia 10 de outubro de 2018, quando prestava depoimento no âmbito da Operação Cash Delivery, em apuração de pagamento de propina pela empreiteira Odebrecht. 

 

Mordomia 

Candidato a prefeito de Abadiânia, Wender Chaves (MDB) promete que, se eleito, vai cortar pela metade os salários dos agentes públicos do município, que vai gerar uma economia de R$ 2 milhões em um ano. 

 

Inservíveis 

Para fazer caixa, o governo vai alienar 71 bens imóveis que integram o patrimônio estadual, mas que são desprovidos de finalidade ou geradores de despesas, como justifica o Executivo. São terras, lotes e imóveis rurais em municípios como Goiânia, Itumbiara, Rio Verde e Anápolis.

 

No cofre 

A lei, sancionada pelo governador, não traz números quanto ao incremento de receita com a operação, mas diz que o dinheiro será bem-vindo em tempos de pandemia. 

 

Aviso 

Ao comentar ações ajuizadas no STF, por três partidos políticos, em torno da polêmica envolvendo a vacina contra a Covid-19, o procurador da República, Helio Telho, lamenta que, depois, vão reclamar do STF por ativismo judicial ao julgar a questão. 

 

Doações

Termina neste domingo o prazo para que candidatos e partidos enviem à Justiça Eleitora a prestação de contas parcial do que já recebem como doação de campanha nestas eleições municipais. O TSE divulga os dados no dia 27 de outubro. 

 

Linha de frente 

O deputado federal João Campos (Republicanos) é um dos cabos eleitorais do colega de partido, Marcos Pereira (SP), na corrida pela presidência da Câmara dos Deputados. Pereira tem as bênçãos do todo-poderoso da Igreja Universal, Edir Macedo. 

 

Transição 

Já está em vigor a lei que facilita a migração das indústrias do setor alcooleiro para o ProGoias, novo programa de incentivos fiscais do Governo Ronaldo Caiado. Antes, essas empresas estavam enquadradas no Fomentar e Produzir. 

 

CURTAS 

 

- Quem está na mira da Justiça Eleitoral é o prefeito de Ceres, Rafaell Melo (PP), candidato à reeleição, por conta de propaganda irregular. O autor da ação é o promotor eleitoral Wessel Teles de Oliveira. 

 

Vanderlan Cardoso recebeu do ministro Tarcísio Freitas, de Infraestrutura, a promessa de tirar do papel o anel viário de Goiânia.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar