coluna Xadrez

Presidência da Câmara de Goiânia já é alvo de disputa

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 23 de janeiro de 2020
Vereadores eleitos começam a se movimentar, de olho na eleição da Mesa Diretora da Câmara de Goiânia, que acontece no dia 1º de janeiro de 2021 | Ilustração: Takeshi Gondo

Venceslau Pimentel 

A uma semana do segundo turno, vereadores eleitos começam a se movimentar, de olho na eleição da Mesa Diretora da Câmara de Goiânia, que acontece no dia 1º de janeiro de 2021. Oitavo mais votado no pleito do último dia 15, Sandes Júnior (PP) é um dos nomes que vêm sendo cogitado para a disputa, ao lado do emedebista Anselmo Pereira, que já comandou o Legislativo goianiense, no biênio 2015/2016. O pré-candidato do Progressistas disse à coluna que vai conversar, a partir desta semana, com os demais colegas da próxima legislatura, como forma de se colocar na disputa e pedir apoio. Mas ele aposta que, ao final do processo, haverá consenso.

Vai depender 

O que se sabe é que o próximo prefeito, a ser eleito no domingo, terá influência na formatação da nova Mesa Diretora. Anselmo Pereira é do time de Maguito Vilela, e Sandes Júnior (PP), da ala do pessedista Vanderlan Cardoso. 

Protocolo 

Por ter sido o campeão de votos, Isaias Ribeiro (Republicanos), ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, deverá presidir a sessão especial para constituição da nova Mesa Diretora, ao lado do Sargento Novandir, Luciula do Recanto e Sabrina Garcêz. 

Lados opostos 

O deputado estadual Cairo Salim (Pros) não acompanhou o ex-candidato a prefeito do partido, Samuel Almeida, no movimento rumo ao apoio a Vanderlan Cardoso. Ele já está engajado na campanha de Maguito Vilela. 

Na berlinda 

Três meses após ser preso pela Polícia Federal, o secretário de Transportes Metropolitano do governo de João Doria, Alexandre Baldy, vê agora a sua mulher, Luana Baldy, ser multada em R$ 25 mil pelo Banco Central, por não ter declarado bens que mantinha no exterior. 

Do além 

Quinze pessoas que doaram R$ 19,5 mil para candidatos nas eleições do dia 15 de novembro estão relacionadas no sistema de controle de óbitos. No total, R$ 60 milhões doados têm indícios de irregularidades. 

Orientação 

Ao liberar a militância, com indicativo de manifestação de apoio a Maguito Vilela, o PT proibiu voto em Vanderlan Cardoso pelo seu alinhamento com o presidente Jair Bolsonaro. 

Suspense

A cidade de Bom Jardim de Goiás é só expectativa para saber quem vai assumir a prefeitura a partir de 1º de janeiro de 2021, com o impedimento da diplomação do prefeito eleito Adair da Silva (DEM), por ser considerado inelegível. 

Laranjas 

Membros de uma torcida organizada de um time de futebol de Goiânia estão na mira da Polícia Civil e da Secretaria da Economia, que emprestavam seus nomes para um esquema criminoso de falsificação de contratos sociais. A sonegação chega a R$ 4 milhões. 

CURTAS 

- O deputado federal Alcides Rodrigues tem revelado a pessoas próximas que se empenhou muito para reeleger o seu filho, João Alberto (Patriota), prefeito de Santa Helena. 

Sexta-feira termina o prazo para que prefeitos apresentem recursos ao (Coíndice). O índice servirá de base para a partilha da parcela de 25% das receitas do ICMS em 2021, aos 246 municípios. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar