Sábado, 19 de outubro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Vale é condenada a pagar quase R$ 12 milhões para duas famílias de Brumadinho (MG)

Postado em: 19-09-2019 às 18h48
A decisão é a primeira em favor de ação individual ingressada na Justiça; a tragédia que aconteceu em janeiro matou 249 pessoas e 21 continuam desaparecidas – Foto: reprodução.

Nielton Soares

A Justiça de Minas Gerais condenou a Mineradora Vale a indenizar os familiares de dois irmãos e uma mulher grávida mortos no rompimento da barragem em 25 de janeiro da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG).

Essa é a primeira condenação da mineradora via ação individual. O processo foi aberto por Helena Quirino Taliberti que perdeu os filhos Luiz e Camila Taliberti Ribeiro da Silva e o neto, que morreu junto com a mãe Fernanda Damian de Almeida, os familiares dela também ingressaram com processo na Justiça. Ao todo a  tragédia matou 249 pessoas, deixando outras 21 desaparecidas até hoje.

Indenização 

Para Helana, o juiz estabeleceu o pagamento indenizatório de R$ 4,750 milhões, sendo R$ 2 milhões pela perda de cada filho e R$ 750 mil pela morte do neto. Aos pais de Fernanda, foram estipulados também R$ 2 milhões pela morte da filho e do neto R$ 750 mil e mais R$ 1,625 milhão para a irmã da vítima.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar