Quarta-feira, 17 de julho de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Goiás e Atlético brigam por título no Olímpico

Postado em: 19-04-2019 as 06h00
Com torcida única esmeraldina, o alviverde precisa reverter um placar de 3 a 0 conquistado pelo Dragão para ficar com a taça

Luiz Felipe Mendes*

Não é incomum ouvir dizer que em clássico não existe favoritismo. Não importa se um time está passando por um momento melhor, se aparece um jogo como esse a imprevisibilidade toma conta. Porém, não tem como não falar que o Atlético é favorito para conquistar o Campeonato Goiano de 2019, pelo fato de ter vencido o jogo de ida por 3 a 0. Neste domingo, com o apoio da torcida, o Goiás busca o improvável no Estádio Olímpico, a partir das 16 horas.

Os ingressos começaram a ser vendidos na última quarta-feira. Como o jogo de ida, também no Olímpico, teve torcida única rubro-negra, o da volta terá somente apoiadores esmeraldinos. O segundo confronto tem o mando do Goiás por ter sido o clube de melhor campanha no Goianão – o Dragão foi o segundo. De qualquer maneira, a diretoria alviverde colocou os preços em R$ 20, com promoção de meia-entrada para todos que apresentarem duas apostas da Timemania com o Goiás assinalado como time do coração, no ato da compra. Os bilhetes para o duelo estão sendo comercializados no Empório Goiás, nas Lotéricas do Shopping Bougainville, nas Lojas Sherife e pela internet.

No jogo de ida, o Clássico do Equilíbrio – como é conhecido o embate – não teve nada de equilíbrio. O Atlético foi superior durante os 90 minutos e aproveitou as oportunidades para aplicar um placar elástico. O resultado não agradou nada a diretoria e os torcedores esmeraldinos, e a permanência do técnico Maurício Barbieri ficou em xeque. Contudo, ele foi garantido no cargo, embora garanta que vá fazer mudanças na escalação deste fim de semana. O goleiro Sidão, o zagueiro Rafael Vaz e o meia Marlone são os mais ameaçados, embora Renatinho também seja dúvida por questões físicas. “Eu entendo a insatisfação do torcedor. Isso é normal. Eles querem um culpado. Mas, eu, na minha posição, não posso encontrar culpados. Preciso encontrar soluções. Vou avaliar todos e fazer a melhor escolha buscando a melhor opção”, comentou o treinador do Goiás.

No Atlético, o clima é de mais tranquilidade, mas com cautela. Entre os 11 iniciais, o zagueiro Gilvan, o volante Washington e o atacante Pedro Raul retornam de suspensão, mas o meia Jorginho pode ficar de fora, pois segue em tratamento no departamento médico. Se conseguir se recuperar, o comandante Wagner Lopes vai com força máxima para o clássico de domingo, mas se Jorginho não tiver condições, o atacante Gilsinho, que marcou o primeiro gol no jogo de ida, será o substituto. O atleta, inclusive, elogiou o técnico atleticano. “Os jogadores têm acredito no que ele tem passado, na filosofia de trabalho e isso é muito importante. Se continuarmos assim, tem tudo para fazermos um ano muito positivo”, analisou. Se o Dragão conseguir confirmar o título dentro do Olímpico, vai empilhar seu 14º título estadual, igualando-se ao Goiânia. Caso o Goiás consiga reverter o 3 a 0, acumula sua 29ª conquista, a quinta consecutiva.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar