Terça-feira, 20 de outubro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Vila Nova enfrenta Imperatriz de olho na volta ao G-4

Postado em: 21-09-2020 às 08h00
Legenda: Bolívar conhece momento do adversário e tem elenco completo à disposição para jogo desta segunda-feira – Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova

Victor Pimenta

O Vila Nova volta a campo nesta segunda-feira (21), em busca de retornar ao G-4 do Grupo A da Série C. O adversário em questão trata-se do lanterna Imperatriz, que somou apenas um ponto na competição. A partida acontece no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA), às 20 horas (horário de Brasília).

Vila Nova

O treinador Bolívar segue com boas notícias no comando colorado e não terá desfalques para a partida desta segunda-feira e com isso deve repetir a mesma escalação que iniciou as partidas contra Remo, Santa Cruz e Botafogo-PB. O clube passará ainda passará por testes do covid-19 antes do confronto.

“Um jogo difícil e eu vou colocar sempre dessa maneira porque sabemos o quanto é complicado você vir de resultados negativos, a cobrança que gera isso dentro do clube em cima dos jogadores e sem dúvida nenhuma uma postura que a gente já vem acompanhando há alguns jogos de uma equipe que fora de casa se defende muito. A gente sabe que vai ter muita paciência nessa partida, muita calma para que a gente possa ter o momento exato de poder criar as nossas oportunidades e ser um time bem efetivo nas oportunidades que a gente for criar dentro da partida”, disse o treinador Bolívar a respeito do jogo diante do Imperatriz.

Quem vem caindo nas graças da torcida é o meia argentino Emanuel Biancucchi. O jogador que vem sendo o camisa 10 do clube agora terá a concorrência do ídolo colorado Alan Mineiro, que aos poucos vai retornando aos gramados e entrou no segundo tempo do empate diante do Botafogo, justamente no lugar do argentino. Decisivo no confronto diante do Santa Cruz, Biancucchi falou sobre essa disputa no meio-de-campo.

“A verdade é que o Alan é um ídolo aqui do clube, é um grande jogador, um grande companheiro que gosto muito dele e a verdade que a posição é semelhante, mas também acho que a gente poderia jogar junto. Claro que a decisão depois é com o treinador, como ele vai querer me utilizar, utilizar ele, mas a verdade é que o Alan é um jogador muito bom que gostamos muito dele”, disse Biancucchi.

Imperatriz

Lanterna do Grupo A, com apenas um ponto somado em doze disputados, a palavra que ganhou força na última semana na preparação do Imperatriz para a partida diante do Vila Nova é “trabalho”. O time maranhense tenta nessa segunda-feira conquistar sua primeira vitória e iniciar uma reação no Brasileiro da Série C.

“Estamos trabalhando sempre para melhorar em todos os aspectos. Não estamos satisfeitos na vitória e muito menos na derrota. Então a palavra é trabalhar e trabalhar. Segunda é um novo desafio”, disse o volante Nonato falando da cobrança diária no clube e que clube precisa melhorar em todos os aspectos.

O Imperatriz apesar da última colocação, tem dois jogos a menos em relação a seus adversários. Válido pela primeira rodada, tem o confronto diante do Treze e na segunda rodada, um confronto atrasado diante da Jacuipense. (Especial para O Hoje)

Ficha Técnica:

Data: 21 de setembro de 2020

Horário e local: 20 horas, estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA)

Arbitragem: Vinicius Furlan (SP). Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP). Quarto árbitro: Osimar Moreira da Silva Júnior (GO).

Vila Nova: Fabrício; John Lennon, Adalberto, Rafael Donato, Mário Henrique; Dudu, Pablo, Emanuel Biancucchi; Lucas Silva, Henan e Talles. Técnico: Bolívar.

Imperatriz: Henal; Léo Rodrigues, Henrique Mattos, Xandão, Makeka; Nonato, Jocinei, Judson; Guilherme Garrré, Cesinha e Anderson Cavalo. Técnico: Estevam Soares.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar