Terça-feira, 20 de outubro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Saída de Renato Kayzer deixa Adson Batista insatisfeito com outros clubes

Postado em: 21-09-2020 às 09h55
Renato Kayzer se despediu do Atlético contra o Atlético Mineiro e já está em Curitiba - Foto: Heber Gomes

Felipe André

Enquanto o Atlético Goianiense se preparava para entrar em campo contra o Atlético Mineiro, a transferência de Renato Kayzer para o Athletico Paranaense, até o fim de 2023, foi confirmada pelo Cruzeiro. A equipe mineira era detentora dos direitos do atleta, havia emprestado para os goianos, mas abriu negociação com os paranaenses que demonstraram interesse no artilheiro do rubro-negro goiano, com 10 gols em 16 partidas nesta temporada.

Apesar da vontade do Cruzeiro que o atleta não disputasse o jogo contra o Atlético Mineiro, pois existia a possibilidade de lesão, o clube goiano não abriu mão do atacante. Renato Kayzer entrou em campo, atuou por 90 minutos e apesar de não fazer gol, foi participativo, mas não evitou a derrota dos mandantes por 4 a 3. Keno, três vezes, e Nathan marcaram para os mineiros, enquanto Oliveira, Ferrareis e Gilvan descontaram para os goianos.

“Obrigado por tudo Atlético Goianiense, eu e minha família seremos eternamente gratos a você ! Eu lutei com todas as minhas forças em cada minuto dentro de campo com seu manto, jamais te esquecerei, e que seja só uma pausa em nossa história juntos, obrigado por abrir as portas e me abraçar com todo o carinho! TE AMO!”, publicou Renato Kayzer nas redes sociais.

Renato Kayzer embarcou na tarde de ontem para Curitiba, e deve terminar os exames médicos hoje para assinar contrato e ser regularizado. Na equipe paranaense ele vai reencontrar Jorginho, meia-armador que também deixou o Atlético Goianiense para assinar com o Athletico semanas atrás. Quem não ficou satisfeito com a negociação foi Adson Batista, presidente da equipe goiana, que disparou contra clubes e dirigentes.

“Sobre a situação do Kayzer, ela foi hiper-mega desgastante. Eu procurei defender o Atlético a todo custo e fiz isso a todo momento. Não adianta eu depositar a multa se o jogador não quer assinar comigo, eu vou jogar dinheiro no lixo. O jogador é soberano, ele precisa estar com você e aceitar sua proposta. O Atlético ofereceu mais de R$ 1 milhão de reais de luva para o Kayzer, fez um salário que é o maior do clube historicamente e com contrato de três anos. Venho há dois meses trabalhando muito nisso, o problema é que virou um leilão danado. Tem clube que não tem escrúpulo e o mínimo de respeito e não tem seriedade com as coisas, que conversa com você num dia, depois te dá um ‘tapa nas costas’ e te empurra para o abismo”, disse Adson após a partida contra o Atlético Mineiro.

Como citado, o Cruzeiro anunciou a transferência de Renato Kayzer para o Athletico, mas tratou de “lamentar” a postura da equipe goiana na negociação. “O Clube reitera seu dever de honrar todos os seus compromissos e acredita que os contratos devam ser cumpridos com boa-fé, lealdade e honestidade, lamentando que o Atlético-GO ainda esteja tentando dificultar a negociação, desrespeitando as cláusulas do pacto por ele próprio celebrado”, disse o comunicado do clube mineiro, em nota.

Adson Batista, que sempre prega a sinceridade, não teve papas na língua ao falar do Cruzeiro. A equipe mineira está na segunda divisão e está com sérios problemas financeiros, o que aumentou a vontade do clube de negociar Renato Kayzer para lucrar e evitar uma saída de graça, que poderia acontecer em abril de 2021, quando o contrato acabaria.

“Eu vou chorar né? Eu vou chorar. O Cruzeiro tem moral para falar alguma coisa de alguém? O Cruzeiro não tem moral para falar nada de ninguém não. O tanto de coisas erradas que ele faz. Eu não fiz nada errado. Eu defendi o Atlético Goianiense. Respeito a entidade do Cruzeiro, eu respeito muito, sempre tivemos uma boa relação com o Cruzeiro, com o Benecy (Queiroz, supervisor), que é uma pessoa muito séria, que está lá há 200 anos. Mas, infelizmente, eles não agiram corretamente”, disse Adson Batista.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar