Sábado, 24 de outubro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Mulheres

Cuidados diários na gravidez podem evitar manchas e ressecamento da pele

Postado em: 09-09-2020 às 13h40
Dermaticista explica como diminuir chances de estrias, melasmas e outros problemas comuns na gestação - Foto: Divulgação

Da Redação

Durante a gravidez, além das emoções e da ansiedade pela chegada do bebê, o corpo passa por muitas mudanças. A gestação causa alterações hormonais nas mulheres. Essas transformações, além dos conhecidos enjôos nos primeiros meses, também podem favorecer, por exemplo, o surgimento de algumas marcas na pele. As grávidas costumam enfrentar o aparecimento de celulite, estrias, flacidez, melasmas e varizes. A prevenção pode ser aliada!

Como grande parte dos tratamentos estéticos estão proibidos durante a gestação, a melhor forma de evitar esses problemas é com a prevenção e cuidado diário da pele. Sim! Dá para diminuir a probabilidade das temidas estrias e os melasmas e manter sua autoestima lá em cima durante e depois da gestação com algumas dicas simples da dermaticista Karine Gouveia.

A proteção solar é um dos passos que não pode faltar durante esta fase. O seu uso regular e consistente previne o surgimento das manchas de melasma, além do fotoenvelhecimento, ressecamento e outras doenças. “Ele deve ser aplicado de três em três horas para manter seu efeito protetor. É contra indicado o uso de ácidos clareadores e se expuser ao sol faça somente nos horários recomendados e com filtro solar. Se a gestante apresentar manchas durante a gestação o tratamento só será feito após o fim do aleitamento”, explica a profissional.

Para Karine, o cuidado com a pele deve ser redobrado neste período. “Para prevenir as estrias é importante o uso de hidratantes específicos para gestação nas regiões propícias ao aparecimento”, afirma.

Com relação aos cabelos, eles nunca estarão mais saudáveis do que durante a gestação. Ficam fortes, brilhantes, o frizz diminui. Segundo Karine, essa melhora no aspecto e crescimento das madeixas acontece devido ao aumento dos hormônios estrogênio e progesterona durante a gravidez.

“Durante a gestação, o estrogênio e a progesterona aumentam na circulação sanguínea e afetam os folículos capilares, causando uma verdadeira revolução no comportamento dos fios. A oleosidade e a queda diminuem, já que estão associadas aos hormônios masculinos e esses, por sua vez, sofrem uma redução. Por isso, nesse período, a mulher tende a ficar com fios mais sadios e bonitos. As vitaminas apenas contribuem fornecendo nutrientes para o cabelo”, revela.

No que se refere aos procedimentos estéticos, Karine ressalta que na gestação é indicada apenas a drenagem linfática com óleo corporal ou creme de massagem neutro. Já durante a amamentação alguns procedimentos podem ser realizados, porém com uma avaliação médica garantido que não há riscos para a mãe e também para o bebê. 


Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar